Siga-nos nas redes Sociais

Sugestões

O copo ideal para cada Tipo de Vinho.

Publicado

em

Hoje, após já vários estudos, alguns científicos até vêm comprovar que para além da escolha do vinho, saber escolher o copo onde beber vinho é igualmente importante. Desde o tamanho do copo, ao tipo de material e a abertura do mesmo tudo isto influência os demais apreciadores de vinho.

Após, já alguns estudos feitos aconselhamos acima de tudo beber um bom vinho sempre, mas lá está, com moderação.  E quanto ao copo?

Do tinto ao branco, passando pelo vinho rosé pelo vinho do porto e por outros vinhos mais fortificados, sugerimos sempre copos transparentes porque afinal, parte do prazer de degustar um vinho também está em olhar para suas tonalidades.

Do cristal ou vidro, é tudo uma questão de chumbo, ou seja, os copos de cristal têm aproximadamente 24% de chumbo ao contrário dos de vidro que não registam qualquer presença de chumbo. A presença do chumbo nos copos dá mais leveza e delicadeza aos mesmo o que torna os copos de cristal mais finos. E como quase todos nós gostamos de girar o vinho no copo, estes ganham alguns pontos por serem mais porosos o que leva a uma maior concentração de aromas. Com tudo isto, não queremos dizer que deve jogar fora os copos de vidro que tem em casa e ir a fugir comprar copos de cristal, mas fica mais fino um copo de vinho num copo de cristal lá isso fica.

Também igualmente importante é que todo o copo que seja para beber vinho tenha uma boa haste para evitar que o calor das nossas mãos não aqueça o vinho.

Por fim, o mais importante, que tipo de copo para cada vinho, vamos a copos?

O vinho tinto tem aromas e sabores mais intensos e precisa de mais espaço para libertar todos os seus aromas e para que possamos girar o vinho necessitamos de um copo maior, mas não o devemos encher. Para o vinho tinto, existem então, dois tipos de copo comuns, o Bordeaux são os ideais para vinhos mais encorpados e ricos em taninos, este copo com um bojo grande e pouco redondos torna os vinhos mais suaves e aromáticos, outra caraterística deste copo é o seu fundo menos redondo que permite libertar mais rápido os aromas. O copo ideal, para um bom Cabernet Sauvignon, Alicante Bouschet e Syrah. Outro tipo de copo, para o vinho tinto, é o Borgonha, um copo mais balão para acentuar os aromas e um maior fluxo do vinho, diminuindo a acidez e acentuar as qualidades do vinho. O math perfeito para um bom Pinot Noir.


Nos vinhos brancos, pode-se usar copos em forma de tulipa, semelhantes ao dos vinhos tintos, mas um pouco mais pequenos o que ajuda a preservar as baixas temperaturas a que os vinhos brancos são servidos, este tipo de copo mais tulipa, preserva os aromas característicos dos vinhos brancos, mais florais e fruta fresca.

Os vinhos rosés, possuem características únicas, tais como, os taninos dos tintos e os aromas dos brancos. Para se provar tudo isto, aconselha-se um copo tipo tulipa, mas mais largo para que estes vinhos possam libertar todos os seus aromas, acentuar a acidez e a sua doçura.

Com o famoso Champagne e com o nosso Espumante, o copo deve ser alto e estreito, um flute como todos conhecemos. Este copo, alto e fino contribui em muito para a produção continua de bolhas tão característico deste vinho e que são sinónimo de qualidade.

Por fim, o nosso Vinho do Porto, o Moscatel de Setúbal e outros vinhos mais fortificados, como o vinho da Madeira ou até algumas colheitas tardias, devem ser servidos em copos pequenos e com pouca quantidade para se apreciar com qualidade estes vinhos. Dito isto, não vamos deitar fora os copos que temos em casa, aqui deixamos só a simbiose perfeita entre o vinho e o copo para que se possa apreciar ainda com mais valor e qualidade os nossos vinhos, mas sempre com responsabilidade e moderação.

Continue Reading

Populares

Garrafeirabaco.pt - A sua garrafeira de vinhos e destilados em Portugal
Telefone de Apoio a Cliente: 289 425 172
Email: info@garrafeirabaco.pt

Copyright© 1991-2020- Garrafeira Baco®